quinta-feira, maio 19, 2005

Não consigo...

Escrito por Elise às 6:13 da tarde

3 Comments:

Antes de mais, a retirada das tropas estrangeiras seria uma espécie de vingança. Um lavar da honra ferida. E seria explorada como uma derrota do "imperialismo" ocidental (leia-se americano).
A questão da matança que tu pões, não faz qualquer sentido para estes tipos. Da história deles constam muitos mortos. MILHÕES de mortos. Lenine, Stalin e Mao são recordistas neste desporto da matança. Mas, para eles, estes mortos nunca foram cidadãos/pessoas. Não passaram, uns, de traidores e outros de "vendidos".
Quanto mais mortos houver, melhor para a causa destes tipos. E, quando, saindo os americanos, eles se contnuarem a matar uns aos outros, a culpa continuará a ser dos americanos.
VIVA O DIREITO À INGERÊNCIA.
Beijos
Azurara
Blogger azurara, at maio 19, 2005 8:04 da tarde  
"Lenine, Stalin e Mao"

Pol Pot...

"E, quando, saindo os americanos, eles se contnuarem a matar uns aos outros, a culpa continuará a ser dos americanos."

Azurara não sei se viste o Team America. Há um excerto hilariante com a marioneta de Sean Penn (o tal que batia na Madonna, bate nos paparazzi mas no fundo é um grande pacifista) que passo a citar:

Sean Penn: Last year I went to Iraq. Before Team America showed up, it was a happy place. They had flowering meadows and rainbow skies, and rivers made of chocolate, where the children danced and laughed and played with gumdrop smiles.

Pois, o Iraque era um sítio calmo e pacífico. Aquelas valas comuns com milhares de mortos xiitas ? É tudo uma cabala!
Blogger Elise, at maio 19, 2005 10:47 da tarde  
Não sabia destas tendências esquerdistas do Sean Penn. Mais um abichanado...
Claro que eram uns tipos pacíficos. Um país desenvolvido, livre, democrático. Aquela coisa com os Curdos, os Xiitas e, depois, com o Kuwait, foram gloriosas tentativas, esforços meritórios, no sentido de levar o progresso até aqueles locais os as populações eram tão maltratadas.
Enfim.
Azurara
Blogger azurara, at maio 20, 2005 1:28 da manhã  

Add a comment

Links to this post:

Criar uma hiperligação