quinta-feira, junho 30, 2005

A quota do Nesso neste blog

Escrito por Elise às 12:31 da manhã

7 Comments:

Eu n/ acredito no Socrates...nem acredito nesta classe politica actual, golpe de estado precisa-se.
Beijo
Blogger Adryka, at junho 30, 2005 9:03 da manhã  
"golpe de estado"

eu espero que não... :S

Beijos adryka!
Blogger Elise, at junho 30, 2005 9:19 da manhã  
Não partilho em tanta medida o voto de confiança de Nesso no actual PM.

Com aquela cambada do Largo do Rato e os tiques de despesismo esquerdista a controlá-lo, já não sei se ele está mesmo a querer reformar o país ou só a cumprir os serviços mínimos da inevitabilidade, continuando a adiar o que de estrutural deveria ser alterado, e só fazendo na medida do mínimo aquilo que não pode mesmo evitar de fazer.

Mas ainda mantenho a chama da esperança...
Anonymous carneiro, at junho 30, 2005 4:28 da tarde  
sim, carneiro, a ver vamos.
Blogger Elise, at junho 30, 2005 5:46 da tarde  
A alternativa é o Marques Mendes e o despedaçado PSD.

O Sócrates está fresco e cheio de boas ideias.

Vamos acreditar.
Blogger Dragonesso, at junho 30, 2005 7:00 da tarde  
Seguramente que é quanto nos resta. A "alternativa" não é alternativa neste momento, nem nos tempos mais próximos.
Anonymous carneiro, at julho 01, 2005 11:16 da manhã  
Lá volta a toupeira outra vez...
Não quero acreditar que a subida de impostos se deva ao TGV, aos clusters eólicos, à Ota, etc; ou seja, ao falso valor do défice, ou melhor ao embuste dos embustes.
As parcerias com o Estado, são sempre interessantes, neste sítio,especialmente para os privados*, o estado entra com o capital e já agora com os prejuízos, e os privados saem com a mala do dinheiro, depois de terem pago o devido, aos políticos no poder.
* Privado, o oposto a pública, neste caso, a imagem do espelho, privados com vícios públicos, pode chamar-se a profissão mais antiga do mundo,ou se substantivo feminino terá um sentido, se um adjectivo virá do latim...
O "alternador já está em desuso ou melhor fora de prazo e queimado, entretanto já comeram o capital de confiança, e, o outro... demasiadas, e repetidas vezes, não têm imenda, nem devem ter novas hipóteses.
Os restantes têm a sua quota de poder, o PC nas autarquias, que passadas a pente fino, têm casos de neo nepotismo bem visível, basta investigar pela rama.
O CDS teve o seu momento de glória e os trotzkystas revivalistas gostam de criticar das opíparas mesas...
Solução? É esperar que o caldo apure e entorne, o que demora o seu tempo e tem os seus custos.
Anonymous Toupeira, at julho 04, 2005 12:05 da manhã  

Add a comment

Links to this post:

Criar uma hiperligação