sexta-feira, julho 01, 2005

A componente social do Alcoolismo

Escrito por Elise às 5:22 da tarde

7 Comments:

Antes do 25 - A, tínhamos:
"beber vinho, é dar de comer a 1.000.000 de portugueses".

31 anos depois do 25 - A, volta-se a beber intensamente....antes de pensar na emigração. Outra vez!
Anonymous Jose Sarney, at julho 01, 2005 9:01 da tarde  
Elise,
Até fiquei com sede, depois do que li. :))) Agora mais a sério o alcoolismo é, de fato, um grande problema.
Bom fim de semana
Francis
Blogger Francis C. Afonso, at julho 02, 2005 1:58 da manhã  
Elise, muito bom o seu post mas também fiquei com vontade de uma cervejinha, hehehe :) Bisous
Blogger Sheila Leirner, at julho 02, 2005 7:11 da manhã  
Sarney, vamos manter uma réstia de esperança que as coisas melhorem... :S

Francis, um forte abraço e bom fds para ti também.

Sheila, gros bisous pour toi aussi! :)
Blogger Elise, at julho 02, 2005 11:32 da manhã  
Isso é fácil de resolver, é só querer? liberaliza-se a heroína e espera-se pelo resultado.

uma medida optima!... tipo BE.
Anonymous Joao, at julho 02, 2005 7:39 da tarde  
O alcoól é a grande causa de maus tratos conjugais e infantis.

O alcoól é uma das grandes causas da sinistralidade viária - temos mais mortos/ano nas estradas do que americanos mortos no iraque -, e da inferiorização física de centenas de pessoas em idade activa em cada ano. Em cada dez cadeiras de rodas ocupadas com pessoas com menos de 40 anos de idade, seis delas ou tinham bebido antes do acidente ou foram vítimas de quem bebeu.

E é a forma perfeita para um casal discutir aos gritos o que poderia combinar de mão-dada.

Não sou radical - apesar de ser quase-abstémio (nos ultimos 18 meses só bebi vinho por 6 vezes, a última ontem para comemorar um feito desportivo de um filho)- mas convém ter presente o perigo que o alcoól representa para a nossa vida.

Os alcoólicos confessam-se nos AA, eu, Fulano, sou alcoólico.

Tenhamos nós a coragem de assumir perante os nossos amigos: eu, Fulano, sou bebedor excessivo, por isso, esta noite ajudem-me a não beber mais que dois wiskies... (ou dois copos de vinho, ou duas cervejas).
Anonymous carneiro, at julho 04, 2005 10:36 da manhã  
João, o alcoolismo em Portugal é realmente preocupante,

carneiro, como sempre, uma boa contribuição neste blog.

Qual a percentagem da população que consegue efectivamente controlar a quantidade de alcoól que ingere?

Que consegue beber um ou dois copos por dia?

Que admite os seus problemas...?
Blogger Elise, at julho 04, 2005 4:40 da tarde  

Add a comment

Links to this post:

Criar uma hiperligação