quinta-feira, dezembro 22, 2005

Sobre o revisionista Ahmadinejad

Escrito por Elise às 10:50 da manhã

2 Comments:

Existem questões diferentes a ser consideradas:

1. A aniquilação do Estado de Israel obviamente é uma cretinice que vai ( e já está) a custar muito caro ao regime iraniano.

2. O Holocausto existiu, mas serviu para uma vitimização tão prolongada no tempo que ainda hoje serve para o Estado de Israel e alguns judeus fazerem algumas "putices" à malta, á conta de um estado de culpa psicológica colectiva que eu, por exemplo, não sinto - nunca fiz mal a judeu algum, logo nada tenho a ver com o que os nazis fizeram há mais de 50 anos.

3. A ocupação israelita dos territórios palestinianos - motivada por razões estratégicas de guerra, mas também por razões de religiosidade fanática que em nada ficam atrás dos fanatismos muçulmanos -, e em especial a forma como essa ocupação foi mantida - não me esqueço das imagens na TV dos soldados israelitas a partirem com golpes de pedra os ossos dos braços de palestinianos prisioneiros e manietados - retiram muita autoridade moral ao estado de Israel na luta contra o terrorismo.

Um dos meus filhos perguntou-me há um ano -altura dos suicidas nos autocarros e das destruições das casas dos palestinianos e dos misseis e retaliações "cirurgicas" - quem tinha razão. Eu respondi-lhe que se fossemos israelitas estavamos dentro dos tanques a destruir as casas dos palestinianos, mas se fossemos palestinianos estavamos na rua a atirar pedras aos soldados ocupantes. Ambos têm razão. Ou ninguém a tem. Se há uma guerra maldita é aquela...

Mas - "cherchez le money" - como se diz nos cartoons americanos - quem ganha com isto são os liders palestinianos que á conta das ajudas do mundo árabe (para armas) e mundo ocidental( humanitária)são dos cavalheiros mais ricos do planeta - lembremo-nos da fortuna fabulosa do Arafat. E quem ganha do outro lado são as empresas de armamento americanas da propriedade da elite judaica americana.

O povo, de um e do outro lado, é que se lixa....

E se o Bush obrigou os interesses económicos dos judeus a ceder buscando a paz, tal se deve á preponderãncia dos interesses das petrolíferas americanas que não estão mais para suportar os custos da intervenção americana no médio oriente que resultam muito mais acrescidos devido á crise palestiniana.

isto digo eu que sou da província.
Anonymous carneiro, at dezembro 22, 2005 11:50 da manhã  
Carneiro, só te digo isto: o mundo muçulmano concentra-se demasiado na eliminação de Israel e dos judeus, e "esquece-se" de ajudar a palestina a construir o seu estado independente. todos nós entendemos que nesta altura do campeonato, israel está criar condições para a independência da palestina. o hamas e outras facções armadas da palestina continuam a minar o processo de paz, porque se o inimigo (neste caso israel) desaparecer, esses movimentos deixarão de fazer sentido.

mais do que ajudar os palestinianos a contruirem um estado sólido e independente, o irão alimenta o radicalismo do hamas e as tensões naquela zona do mundo.

já para não falar da hipocrisia dos países de maioria muçulmana, que acolhem milhões de refugiados palestinianos mas os tratam como cidadãos de segunda categoria.

------------------------

abraço muito forte e um santo natal para ti e para os teus
Blogger Elise, at dezembro 23, 2005 10:20 da manhã  

Add a comment

Links to this post:

Criar uma hiperligação