sexta-feira, fevereiro 24, 2006

Transtorno de Conduta

Escrito por Elise às 11:28 da manhã

6 Comments:

Que horror, o que me assusta é que cada vez mais se vêem situações semelhantes, violência praticada por crianças... A sociedade não pode fechar os olhos... não é este o futuro que eu desejo para o meu filho e netos... a falta de laços familiares, de lares de verdade, está a dar nisto.. estou deveras assustada.. Bjhs
Blogger maresia_mar, at fevereiro 24, 2006 12:44 da tarde  
beijos, querida amiga!
Blogger Elise, at fevereiro 24, 2006 2:59 da tarde  
Boa informação, Elise.
Este problema parece-me uma questão do tipo do ovo e da galinha. Em mais terrível.
um abraço solidário
Maria
Anonymous Maria Afonso Sancho, at fevereiro 24, 2006 11:19 da tarde  
" um morador da zona onde decorreu a agressão deu conta ao CM da presença assídua de vários miúdos no local, e lembra que ainda há dias os viu a apedrejar uma cadela"
PENA DE MORTE JÁ!
Anonymous Acolito, at fevereiro 25, 2006 5:36 da tarde  
O que faz mais admirar é: Se esses gaiatos estão num internato será porque já são indivíduos com problemas. Logo deveriam ter um acompanhamento à altura. Se têm esse comportamento, e segundo parece é recorrente, só pode dizer-se que o internato não é muito competente... Deus queira que não seja assim mas..., parece. Bom fim de semana e bom carnaval. Boas Fica bem.
Anonymous paraquedista, at fevereiro 26, 2006 11:03 da manhã  
A questão é que o Padre da Instituição disse que não tinham conhecimento de sinais de alerta, pelo menos que considerassem relevantes... suponho que para eles o conceito de relevante é um bocado subjectivo: apedrejar um homossexual = good action. Se calhar até estão orgulhosos do que eles fizeram, afinal, os homossexuais são aberrações e a Igreja Católica condena a sua existência, não é verdade?
Esses padres, que provavelmente violavam os míudos dia sim-dia sim (daí a sua perturbação), até já devem ter uma medalha de mérito reservada para eles... *rolls eyes*
Anonymous Anónimo, at fevereiro 28, 2006 1:35 da tarde  

Add a comment

Links to this post:

Criar uma hiperligação