sexta-feira, maio 12, 2006

Atooooom U Akhbar

Escrito por Elise às 3:59 da tarde

3 Comments:

Cara elise

Excelente post.

Os EUA estão a desmoronar-se. Há medida que a China, a India, o Brasil cresce, os EUA minguam.

Sempre foi assim em todos os impérios.

Esta história do Irão faz-me lembrar a da Coreia do Norte.

Têm armas nucleares, pode atacar os EUA, e , de repente, os EUA esqueceram a Coreia do Norte!!!

Porque é que o Irão não pode ter tecnologia nuclear?

Os EUA têm de ter calma. Um dia , por causa das suas intrigas, um dos países detentores de armas nucleares sente-se ameaçado e lá vai o planeta para o galheiro.

Israel , a Russia, o Paquistão, a India, a China, a Coreia do Norte, a França,o Reino Unido (a ´África do Sul? o Brasil?), logo os EUA têm que ter outra abordagem e tem que ser mais maleáveis na política do médio oriente.

Para bem de todos nós.


Se o Irão quer a energia nuclear para fins pacificos , deve haver cooperação e não conflito.

E cooperação para acabar com a ameaça nuclear.



Um abraço,


José Maria Martins
Blogger José Maria Martins, at maio 12, 2006 7:53 da tarde  
dr josé maria martins, grata pela visita. o post tem outro sentido.esta noticia vem apenas confirmar que o irão tem literalmente gozado com o quarteto . não julgo que os EUA estejam a desmoronar-se. a coreia do norte está sob a alçada da china e a china nao quer uma guerra, nao lhe interessa. o irão obviamente não quer desenvolver tecnologia nuclear para fins pacíficos. e a ideia de um irão com armas nucleares é preocupante, sobretudo porque o presidente iraniano dia sim, dia não, afirma que israel vai desaparecer ou que tem de ser riscado do mapa. e estamos a falar de individuos que encaram o martirio como uma grande honra. não vejo como seja possível cooperar com um país que tem líderes tão fanáticos.

abraço!
Blogger Elise, at maio 12, 2006 9:38 da tarde  
Nem mais... E o Brasil está a crescem tanto como os níveis de corrupção política por lá descem. Até a "imaculada" e moralmente superior esquerda se envolve em escândalos de corrupção.
Os crescimentos chinês e indiano fazem-se às custas de mão de obra muito próxima da escravatura. Não é esse o crescimento que quero para o meu país.
Quero um crescimento que tenha em linha de conta o indivíduo, e não o paternal bem comum, que nos atira redes que impedem o indivíduo de crescer.
Blogger Gonçalinho, at maio 15, 2006 2:00 da manhã  

Add a comment

Links to this post:

Criar uma hiperligação