quinta-feira, setembro 28, 2006

Servidão

Escrito por Elise às 8:25 da tarde

6 Comments:

Tal e qual Elise!
Blogger AA, at setembro 29, 2006 12:47 da manhã  
A ideia do cheque ensino é brilhante! Concordo com o princípio da escolha da escola, mas sem esquecer que todos devem ter direito a um ensino de qualidade!
Beijos
Blogger João Mãos de Tesoura, at setembro 29, 2006 2:02 da manhã  
Excelente. O cheque ensino não é implementado por uma razão a meu ver muito simples: desses 4330 apenas uma parte muito reduzida é gasta efectivamente com o aluno. É preciso manter a todo custo o status quo vigente.

Um dos argumentos do deputado é mesmo de rir: "Isso cria escolas de primeira, de segunda e de terceira", como se as pessoas mais desfavorecidas não pudessem escolher também as melhores escolas para os seus filhos (creio que falaria em termos "classistas"). Desde que a igualdade no acesso estivesse garantida não vejo em que medida essa situação ocorreria. Ocorreria é certo uma maior concentração de melhores alunos nas melhores escolas. Mas será que o deputado em causa quando escolheu a universidade onde estudou não escolheu a universidade que lhe dava maiores garantias de qualidade?
Anonymous brmf, at setembro 29, 2006 10:37 da manhã  
Para evitar grandes diferenças de qualidade das escolas, o governo prefere nivelá-las todas por baixo. É uma opção. Espero que depois não fujam à sua responsabilidade, daqui a uns 15 anos.
Blogger Gonçalinho, at setembro 29, 2006 2:52 da tarde  
Que podemos esperar deste bando de imbecis que esta determinado a destruir o que ainda resta do sistema ensino.
Anonymous É curioso, at outubro 01, 2006 1:19 da manhã  
O mestre-escola, se alguma vez regressar a actividade escolar tem o legítimo receio de que a única opção de escolha seja nesse caso uma escola de 3º ou de 4º categoria.
Anonymous É curioso, at outubro 01, 2006 1:20 da manhã  

Add a comment

Links to this post:

Criar uma hiperligação